• Canal Saúde - Fiocruz
  • atalho para menu o principal desta página
  • atalho para a busca de vídeos desta página
  • atalho para o conteúdo desta página
  • atalho para os destaques desta página
  • O Canal

    É um canal de televisão do Sistema Único de Saúde (SUS), criado e gerido pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), disponível na multiprogramação da TV Brasil, através do canal 2.4, no Rio de Janeiro e em Brasília e no canal 62.4, em São Paulo, em rede aberta no Sistema Brasileiro de TV Digital.

    O Canal Saúde está no ar diariamente, de 8h a meia-noite, em âmbito nacional, com uma variada programação, que inclui produções próprias e de parceiros. Ele pode ser assistido também por antena parabólica com recepção digital e através da web TV na página do Canal Saúde (acessível por computadores e dispositivos móveis).

    A programação é uma só, transmitida simultaneamente pelos diferentes canais de acesso ao conteúdo. Além de seu canal, apenas os programas próprios do Canal Saúde podem ser assistidos em emissoras parceiras. Acesse a listagem completa no site em “como assistir”.

    Conteúdo

    O Canal Saúde produz nove programas, cujos temas englobam políticas públicas, cidadania, tratamentos, atualidades, comportamentos, desenvolvimento tecnológico, meio ambiente e sustentabilidade, entre outros. A grade também é composta por programas de parceiros, que aumentam a todo momento, tornando-a diversificada e ainda mais atrativa.

    Ao vivo

    O programa do Canal Saúde, Sala de Convidados permite interatividade durante a transmissão com o envio de perguntas e comentários sobre o tema discutido. A participação se dá através do chat associado à transmissão do programa no site do Canal; por ligação gratuita através do 0800 701 8122; e por antecipação da pergunta pelo e-mail canal@fiocruz.br.

    Web

    Aqui é possível assistir à transmissão dos programas simultânea à TV. Além disso, estão disponíveis informações gerais do Canal Saúde, fórum de debates, programas para download, um grande acervo de vídeos sob demanda e a programação mensal para consulta. Através da página (acessível por computadores e dispositivos móveis) é possível ter acesso a todas as redes sociais do canal de televisão.

    Sua história

    Antes de tornar-se uma emissora em 2010, o Canal Saúde já produzia audiovisuais sobre saúde desde 1994. Esteve presente em todo Brasil com o conceito de canal virtual, sem ter espaço próprio de veiculação. Os programas produzidos eram veiculados por canais parceiros do governo e da sociedade civil, além da transmissão em sua página na web. A criação do Canal Saúde foi uma resposta ao anseio de fortalecer a comunicação no âmbito do Sistema Único de Saúde - SUS.

    O que se pretende

    Um canal que propõe uma nova maneira de disseminar o conceito de saúde e provocar no cidadão brasileiro o sentimento de pertencimento ao SUS. A saúde para todos ocupa um espaço exclusivo na televisão brasileira através do Canal Saúde.

    Uma das metas deste novo canal é proporcionar à sociedade civil uma representatividade maior nos meios de comunicação, abrindo espaço para a veiculação de seus conteúdos.

    Compromisso

    O compromisso do Canal Saúde é com a população brasileira e o seu exercício de cidadania. Para tanto, o Canal estende sua atuação participando de fóruns sobre saúde e as políticas públicas para o setor, e ainda está inserido no contexto da luta pela democratização da comunicação. Nas principais discussões da saúde e da comunicação, o Canal se faz presente para contribuir com o debate e levá-lo ao conjunto da sociedade através de seus canais de veiculação da informação.

    Fortalecimento do Controle Social

    Em 2008, o Canal Saúde foi convidado pelo Ministério da Saúde a participar do seu Programa de Inclusão Digital - PID. Neste momento, passa a ocupar também um canal na OI TV como contrapartida social da empresa à Anatel.

    Em parceria com a Oi TV, foram distribuídos o que se chamou de kit de recepção do Canal Saúde (aparelho de televisão, antena DTH e receptor) aos Conselhos Municipais e Estaduais de Saúde em todo o Brasil. Estes pontos de recepção recebem gratuitamente da TV por assinatura o sinal do Canal. A proposta é dar acesso à programação específica do Canal Saúde aos conselheiros contribuindo para o fortalecimento do Controle Social.

    A meta vem ao encontro da origem do Canal Saúde. Apesar de ser criado em 1994, o pensamento sobre a organização do conteúdo da saúde em programas para TV surgiu em 1992 durante uma reunião do Comitê de Entidades no Combate à Fome e pela Vida - COEP, em que a Fiocruz participava como membro. Mais adiante, na 9ª Conferência Nacional de Saúde, a proposta do Controle Social em associar comunicação, informação e educação reforçou a criação de um espaço de disseminação de conteúdo sobre o SUS e a Saúde, respeitando o princípio da democracia.

    Dúvidas

    Caso haja dificuldade em sintonizar o Canal Saúde ou se precisar de mais informações sobre a programação, utilize o Serviço de Atendimento ao Telespectador (SAT) - 0800-701 8122. A ligação é gratuita.

    Busca por video

    Busca por vídeo