• Canal Saúde - Fiocruz
  • atalho para menu o principal desta página
  • atalho para a busca de vídeos desta página
  • atalho para o conteúdo desta página
  • atalho para os destaques desta página
  • Login do usuário

    cadastre-se aqui
    esqueci minha senha

    Destaques

    Compartilhar

    Alta de 1 ºC elevaria em 45% os casos de dengue no Rio, sugere estudo

    Pesquisa analisou dados de contaminação por dengue entre 2001 e 2009. Maior quantidade de chuvas também influencia na elevação de casos.

    _________________________________________


    Da redação do Jornal da Saúde
    com informações do G1


     O aumento da temperatura e da quantidade de chuvas podem influenciar na elevação da quantidade de casos de dengue no Rio de Janeiro, de acordo com estudo brasileiro conduzido por pesquisadores da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e da Fundação Oswaldo Cruz.

    A pesquisa, publicada no “Caderno de Saúde Pública”, analisou casos de dengue registrados entre 2001 e 2009 e apontou que, no período estudado, o aumento de 1 ºC na temperatura mínima registrada em um mês teria elevado em 45% a quantidade de contaminações no mês seguinte. Segundo Adriana Fagundes Gomes, pesquisadora e colaboradora do Instituto de Microbiologia da UFRJ, a temperatura mínima registrada entre os nove anos foi de 21ºC.

    Outro dado citado é que a elevação da precipitação em 10 milímetros teria resultado no aumento de 6% no número de casos.
     A transmissão da dengue está relacionada a muitos fatores; o impacto do clima, apesar de ainda não ser bem entendido, é apontado como crítico ao facilitar análise de risco de epidemias.

    A maturação dos ovos do mosquito Aedes aegypti é mais rápida quando a temperatura é maior, o que aumenta a probabilidade de haver o contato entre o mosquito e o ser humano. No entanto, o mosquito não se desenvolve em temperaturas que ficam abaixo de 17 ºC. No entanto, ela afirma que os dados não podem levar em consideração apenas o fator climático.


    * O Jornal da Saúde é um telejornal ao vivo. Exibido todo dia, às 13h. Reprise às 16h30 e às 18h30. Veja vídeos de nossas edições anteriores.
    Siga o Canal Saúde no Twitter e curta a nossa página no Facebook.

    Busca por video

    Busca por vídeo

    Temas mais pesquisados