• Canal Saúde - Fiocruz
  • atalho para menu o principal desta página
  • atalho para a busca de vídeos desta página
  • atalho para o conteúdo desta página
  • atalho para os destaques desta página
  • Login do usuário

    cadastre-se aqui
    esqueci minha senha

    Destaques

    Compartilhar

    Hemobrás investe R$ 40 milhões em sistema de refrigeração da fábrica

    Equipamentos farão a manutenção da temperatura em 22°C de cinco blocos fabris da planta industrial

    ____________________________________

     

    Da redação do Jornal da Saúde
    com informações da Hemobrás


    A Empresa Brasileira de Hemoderivados e Biotecnologia (Hemobrás) está investindo R$ 40 milhões em um conjunto de aquecimento, ventilação e ar-condicionado para a sua fábrica em Goiana-PE. Os primeiros equipamentos deste sistema HVAC (do inglês heating, ventilation and air conditioning) já chegaram ao canteiro de obras. São oito centrais de água gelada, que se integrarão a mais 17 máquinas do mesmo tipo e a 50 unidades de tratamento de ar esses últimos dois volumes previstos para chegarem neste primeiro trimestre.

    Os equipamentos serão responsáveis pela manutenção da temperatura em 22°C de cinco blocos fabris da planta industrial. “O sistema vai resfriar, como se fosse um ar-condicionado central, uma área equivalente a um prédio de 60 andares com 48 mil metros quadrados”, explica o gerente de Engenharia e Automação da Hemobrás, Marcelo Carrilho. O único bloco fabril não refrigerado por este sistema é o primeiro módulo, em operação desde setembro de 2012. Esse prédio abriga um sistema de refrigeração próprio, pois abriga uma câmara fria destinada à estocagem do plasma (matéria-prima dos hemoderivados) a 35°C negativos, temperatura comparada às dos lugares mais frios do planeta, e que é considerada ideal para manter os nutrientes do insumo básico desses medicamentos.

    O sistema HVAC, que tem precisão no controle de temperatura e está adequado aos padrões nacionais e internacionais de qualidade, já é projetado com instalações de filtros que retêm até 99% de partículas que circulam no ar, como ácaros, vírus e bactérias. Além disso, é monitorado por sistema de automação que, periodicamente, registra a performance do sistema e/ou a necessidade de substituição de peças.

    O grupo de equipamentos de refrigeração começa a ser instalado ainda no primeiro semestre deste ano. “Será uma instalação gradual, que seguirá o ritmo da construção, ou seja, na medida em que formos finalizando uma área, faremos a instalação do equipamento necessário àquele trecho”, detalhou Carrilho. Em 2012, a construção da fábrica atingiu um marco importante, com a conclusão de 95% da concretagem dos blocos, ou seja, as fundações, lajes, vigas e colunas.

    A obra da fábrica da Hemobrás foi dividida em duas etapas. A primeira começou em junho de 2010 e já foi concluída. Refere-se ao primeiro bloco que abriga a câmara fria, que já vem armazenando plasma coletado dos doadores de sangue nos hemocentros de todo o País para a produção dos hemoderivados. A segunda etapa, que consiste no restante da planta industrial, ou seja, 45 mil dos 48 mil metros de área construída da fábrica, foi iniciada em julho de 2011 e está prevista para iniciar a operação em 2014.


    * O Jornal da Saúde é um telejornal ao vivo. Exibido todo dia, às 13h. Reprise às 16h30 e às 18h30. Veja vídeos de nossas edições anteriores.
    Siga o Canal Saúde no Twitter e curta a nossa página no Facebook.

    Busca por video

    Busca por vídeo

    Temas mais pesquisados